Arritmia Cardíaca

O coração é uma bomba que trabalha distribuindo o sangue por todo o corpo humano. Conforme a necessidade de oxigênio do corpo, o ritmo do coração aumenta ou diminui para suprir a demanda.

O problema acontece no sistema elétrico que estimula os músculos do coração. O aumento do ritmo cardíaco é chamado de taquicardia, e a diminuição de bradicardia.

Há uma série de arritmias diferentes, e uma delas tem crescido muito no Brasil, a fibrilação atrial. Ela tem sintomas de palpitação, que é aquela sensação de que os batimentos estão irregulares. O problema aparece mais em pessoas hipertensas e cardiopatas.

Entre 60 e 100 batimentos cardíacos por minuto é o normal para uma pessoa em repouso. Uma alteração nesse ritmo é sinal de problemas.

Mistura de Álcool e Energéticos

A Sociedade Brasileira de Cardiologia faz um alerta: evite a combinação perigosa de álcool e energéticos. Energéticos contém uma alta quantidade de cafeína e a ingestão descontrolada pode causar arritmias, mesmo em pessoas que não têm nenhuma doença cardíaca!

Sintomas de Arritmia Cardíaca

Os principais sintomas das arritmias são as palpitações, desmaios e tonturas. É possível que a pessoa que tenha arritmia cardíaca apresente fraqueza, pressão baixa e dor no peito. Em alguns casos, a pessoa pode ter confusão mental.

Os sintomas nem sempre são aparentes. Há arritmias que não precisam ser tratadas, entretanto há casos graves que podem causar morte súbita.

Como Prevenir as Arritmias Cardíacas

Quem já tem algum tipo de arritmia deve fazer acompanhamento médico.

Para evitar as arritmias procure fazer exercícios regularmente, controlar a ingestão de sal e manter uma alimentação balanceada!

 

Telefone

(41) 3262-9053

Localização

Matriz:
Av. Mal. Humberto de Alencar Castelo Branco, 295
Curitiba - PR

Sede MAB:
Rua da Paz, 195, sala 307
Curitiba - PR

Sede Hospital das Nações:
Rua Raphael Papa, 10
Curitiba - PR

Emergências cardiológicas 24h
atendemos na sede Hospital das Nações

Entre em contato

Desenvolvido por Septimo